terça-feira, 23 de junho de 2009

Dino Crisis 2 (Playstation)

Já que a moda aqui no PIS é falar de dinossauros (você leu as postagens sobre os três Jurassic Park?), trago de volta a vida, depois de milhões de anos do seu lançamento, o jogo Dino Crisis 2, para Playstation. Ainda que meio antigo - já passam de 10 anos do seu lançamento - é uma ótima diversão e considerado um dos melhores jogos de ação de sua geração.

Sua história é bastante interessante, ainda que meio confusa. Depois dos incidentes envolvendo pesquisas em no primeiro jogo da série, Regina, anterioremente a única protagonista, e Dylan são chamados para tentar desfazer as porcarias feitas por cientistas de uma estação militar. A cidade de Edward é levada ao passado e acaba se misturando às criaturas jurássicas. Cabe aos nossos heróis armados até os dentes (a mais alguém que encontram pelo caminho) resolver as coisas. Enfim, é confuso assim mesmo e é um bom pretesto para que o jogador, ora na pele de um, ora na de outro, atravesse vários cenários, tais como matas abertas, estações de pesquisa, ambientes submarinos, cavernas e outros mais, detonando todo tipo de dinossauro que aparecer pela frente. O engine, ou a mecânica do jogo, é praticamente a mesma de outra produção de sucesso da mesma Capcom, o game de survivor horror Resident Evil, com "câmeras" fixas que focam o personagem de vários ângulos e enquadramentos. Mesmo a sistemática de se andar, atirar ou agir é bem parecida, com algumas adaptações que permitem mais mobilidade e agilidade. São alterações mais do que necessárias quando seus inimigos não são zumbis e sim, dinossauros rápidos e mais vorazes. Até mesmo os absurdos são os mesmos: se em RE é necessário atravessar uma cidade inteira atrás de uma chave de bolso, mesmo tendo uma bazuca em mãos, em DC2 é preciso atravessar 2 ilhas cheias dos maiores e mais perigosos predadores para encontrar uma máscara de gás. Obviamente que isso seria ridículo na narrativa de um filme, mas novamente, a intenção é ter um motivo para sair explodindo os miolos de qualquer espécie que apareça. Elas não são poucas - de pequenos e ágeis Dilofossauros até o terrível Tiranossauro Rex, passando pelos clássicos Velociraptors, Triceratops e Pterodáctilos. Para eliminar o último, a solução não é menos absurda que algumas passagens, mas não poderei contar aqui.

Sem dúvida, uma ótima diversão. Trocando quebra-cabeças por muita munição, deixa o cérebro descansar um pouco e permite diversão e adrenalina ao máximo. Bons tempos do Playstation 1.

Imagens de http://www.gamershell.com/
Postar um comentário
Related Posts with Thumbnails